De onde vem a força para ajudar o próximo?


Conheça o trabalho da Universal em Benguela

publicado em 12/02/2014 às 00:05.

Por Eduardo Prestes / Fotos: Cedidas

A Universal desempenha um importantíssimo papel em Angola, país localizado na costa ocidental da África e que sofreu, durante longos anos, com a guerra civil após a independência. Os reflexos desse período ainda são sentidos no dia a dia da população.

O trabalho da Universal é realizado por mais de 400 pastores e obreiros que trabalham incessantemente para auxiliar na mudança de vida daqueles que necessitam.

No país, são mais de 200 templos. A instituição conta com cerca de 500 mil fiéis unidos pela mesma direção: a transformação de vidas com base na Palavra de Deus.

A força da juventude

Em Benguela, capital da província de mesmo nome, no oeste de Angola, a Universal também está presente e conta com a força da juventude em suas atividades. Mais de 600 jovens participam de ações para auxiliar a população das mais diversas formas.

No dia 1º de fevereiro, o Força Jovem Universal (FJU) realizou uma atividade para ajudar uma instituição que mantém órfãos de guerra e crianças que foram abandonadas pela família.

De acordo com o obreiro Aníbal Francisco, de 41 anos, que coordenou o evento, o FJU fez uma campanha para arrecadar material escolar para distribuir aos meninos da aldeia S.O.S. Capiandalo, nos arredores da cidade.

A ação começou na semana anterior ao evento e também arrecadou roupas, que foram distribuídas entre as crianças. “Como o ano letivo começa em fevereiro, os livros, cadernos, lápis e as roupas vão servir para os alunos que iniciam mais uma etapa em seus estudos”, diz Francisco.

Recado para as crianças

Francisco (de camisa branca, na foto abaixo) sabe muito bem como é difícil a vida dessas crianças, vítimas do abandono. “É muito fácil entrar nos descaminhos da vida. Há 14 anos eu era viciado em bebida alcoólica, fumava, roubava, enganava e me prostituía.”

Ele conta que morou na rua e era humilhado pelos supostos amigos. “Cheguei a tentar o suicídio três vezes. Hoje, graças a Deus, conheci a Universal e me libertei de todos os vícios. Casei com uma grande mulher de Deus e tenho três filhas abençoadas.”

Francisco é obreiro há 13 anos e responsável pelo trabalho do Forca Jovem provincial. “Amo o que Deus fez comigo e minha gratidão é ajudar outras pessoas.”

Ao final do evento, Francisco fez questão de destacar para as crianças que participavam do encontro o trabalho realizado pelas profissionais que cuidam delas. “Valorizem elas e não deixem de estudar para, no futuro, serem engenheiros, médicos, advogados.”

A alegria estava no rosto das cuidadoras dos meninos. Elas agradeceram e convidaram o FJU a visitar mais vezes a aldeia, pois necessitam de muita ajuda.http://www.universal.org/

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: