Corpo de rapaz desaparecido no Cruzeiro é encontrado no Córrego Bananal

O corpo do contador Marco Aurélio Cabral da Rocha, de 31 anos, desaparecido a mais de 30 dias, foi encontrado nesse domingo (15), no Córrego Bananal, entre a Água Mineral e a Granja do Torto. O rapaz foi visto pela última vez no dia 9 de novembro, quando saiu de casa por volta das 14h46, pegou um táxi na Quadra 407 do Cruzeiro Novo – onde morava com os pais, um irmão e uma irmã – e saiu sem destino.

Em uma página no Facebook destinada à informações sobre o jovem, a irmã, Polyana Cabral lamentou a morte do irmão. “Infelizmente Deus quis assim. Se pudesse voltar no tempo faria tudo diferente. Que Deus tenha misericórdia da sua alma”, escreveu ela.

Em entrevista ao Jornal de Brasília, a irmã contou que ele sofria de depressão e que não conseguia dormir há dias antes de desaparecer. Polyana disse, ainda, que Marco deixou uma carta endereçada à família no dia em que sumiu. “Ele chegou a tomar três comprimidos de uma só vez para dormir, mas não conseguiu”, detalhou a irmã. “Na carta ele dizia que não aguentava mais a situação em que estava e que nem os remédios estavam adiantando mais. Pediu desculpas por não ter sido um bom filho e no final disse adeus”, completa.

O motorista do táxi foi procurado pela polícia e disse que o rapaz estava sozinho e pediu para ser deixado na Água Mineral, chegando lá decidiu ir mais adiante, e desceu no balão da Granja do Torto. O taxista o viu caminhar por 20 metros e não o avistou mais.

O corpo, que já estava em avançado estado de decomposição, foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Os legistas estão analisando a causa da morte e deve informar a família posteriormente. “Com este doloroso capítulo, encerra-se aqui a história de um jovem de 31 anos, vítima de depressão, a doença da alma que não escolhe cara, cor, credo religioso ou condição social para atacar pessoas de qualquer idade”, lamentou Enilson Vieira, amigo da família. O corpo do contador será velado nesta terça-feira (17), no cemitério Boa Esperança, na capela 3, às 10h.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: