Copa do mundo Público espera show da Seleção


Estreia do time do Brasil no Estádio Mané Garrincha deverá reunir mais de 69 mil torcedores amanhã

Por: Manuela Rolim

O confronto entre Brasil e Camarões é só amanhã, mas a expectativa para o primeiro jogo da Seleção Brasileira no Mané Garrincha já tomou conta da cidade. Seja no estádio ou nos bares da capital, os torcedores prometem agitar as ruas de Brasília e estão confiantes com a partida, após o empate da última disputa.

Há também os que preferem reunir os amigos em casa para vibrar pelo time e continuar a festa acompanhando as outras seleções da Copa, como é o caso da professora Marilza Ortiz, de 47 anos, que já convocou toda a família para assistir ao jogo de amanhã. Segundo ela, aproximadamente, 50 pessoas confirmaram presença na casa dela, que já está toda enfeitada de verde e amarelo.

“Estávamos muito animados e confiantes em todas as partidas do Brasil, mas a expectativa de goleada para amanhã é ainda maior, depois da decepção do jogo passado. Tem 28 anos que a família se reúne para torcer em Copa do Mundo”, disse a professora.

Entre amigos

Para os amigos, o servidor público Renan de Sousa, 27 anos, e o advogado Racine Bastos, 25 anos, que vão assistir ao jogo no Mané Garrincha, está difícil controlar a ansiedade.

A emoção é ainda maior para o servidor, que vai levar o pai para conhecer o estádio. “Estou tão empolgado para ver a seleção arrasar que fui na porta do estádio em todos os jogos que aconteceram em Brasília para sentir o clima. Vai ser inesquecível, eu não poderia deixar de proporcionar essa emoção ao meu pai”, completa.

Movimento do comércio em ritmo de festa

A expectativa no comércio para o jogo de amanhã também é unânime: lotação máxima dos bares e restaurantes, conforme afirma o gerente do Primeiro Bar, no Sudoeste, Gustavo Santos. Segundo ele, em todas as partidas do Brasil, cerca de 600 torcedores, capacidade máxima da casa, compareceram.

“Amanhã, esperamos ocupar a mesma quantidade de mesas. Para isso, a equipe foi aumentada em 20%, além da contratação de oito seguranças. A programação musical também ajuda a atrair o público que não vai ao estádio e, também, os torcedores que vão comemorar após o jogo”, acrescenta.

A mesma opinião tem o gerente do Simpsons, na Asa Sul, Dyego Antonelli. De acordo com ele, o pós-jogo tem sido muito satisfatório. Em função da alta procura, a casa é obrigada a cobrar a entrada no bar para organizar o movimento. “Temos que cercar o espaço e controlar a quantidade de torcedores. Mesmo o jogo sendo em Brasília, a nossa expectativa para amanhã é a melhor possível”, conclui.

Saiba mais

Brasília terá o maior público dos três primeiros jogos da Seleção Brasileira, com mais de 69 mil torcedores no Mané Garrincha, segundo a Fifa.

Na abertura da Copa, o jogo do Brasil levou 62 mil torcedores ao estádio em São Paulo. Já na segunda partida, foram 60 mil em Fortaleza.

Para a estreia da seleção na capital, o efetivo de policiais escalados pode chegar a 1,9 mil, dependendo da necessidade.

As principais vias nas proximidades do estádio vão ser interditadas.

Haverá reforço na quantidade de ônibus e de trens do Metrô.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: