Comércio brasiliense cresce 6,34% em 2013


Comércio brasiliense cresce 6,34% em 2013 Na análise por ramo de atuação, apresentaram crescimento nas vendas do comércio em dezembro de 2013

 
 
As vendas do comércio brasiliense registraram alta de 8,60% em dezembro, na comparação com novembro, e com isso o setor fechou o ano de 2013 com um crescimento de 6,34% em relação a 2012. No setor de serviços, as vendas subiram 14,43% em dezembro em relação ao mês anterior. No acumulado dos últimos 12 meses (dez/12 x dez/13), comércio e serviços registraram expansão de 4,44%. É o que mostra a Pesquisa Conjuntural de Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal, realizada pelo Instituto Fecomércio.


“Dezembro é o melhor mês para o comércio, pois a tradição natalina sempre prevê a entrega de presentes e, além disso, é também o mês em que se recebe a segunda parcela do décimo terceiro salário, que aquece toda economia. Isso, sem dúvida, ajudou na recuperação do setor” explica o presidente da Fecomércio, Adelmir Santana. O crescimento do setor de serviços em dezembro foi puxado, principalmente, pelo segmento de Agência de Viagens, que teve aumento de 28,61% nas vendas. No comércio, a alta foi puxada pelo desempenho de Calçados, com acréscimo de 22,64% nas vendas.

Na análise por ramo de atuação, apresentaram crescimento nas vendas do comércio em dezembro de 2013, na comparação com novembro, os segmentos de: Calçados (22,64%); Livraria e Papelaria (21,07%); Vestuário (20,59%); Lojas de Utilidades Domésticas (17,78%); Móveis e Decorações (8,90%); Mercado e Mercearia (8,45%); Autopeças e Acessórios (7,49%); Informática (6,28%); Bares, Restaurantes e Lanchonetes (4,80%); Floricultura (4,79%); Material de Construção (4,26%); Farmácia e Perfumaria (2,79%) e Óticas (1,40%). A única queda ocorreu no segmento de Tecidos (-2,61%).

No setor de serviços, apenas o segmento de Autoescola apresentou queda nas vendas em novembro (-13,11%) na análise com o mês anterior. Já os outros segmentos apresentaram alta: Agência de Viagem (28,61%), Salão de Beleza (17,29%) e Pet Shop (2,59%). É necessário ressaltar, contudo, que o Instituto Fecomércio pesquisa apenas esses quatro segmentos de serviços.

Quanto ao pessoal empregado, o comércio apresentou queda de -0,95% no contingente em comparação com novembro. O setor de serviços também registrou declínio (-2,07%). Entre as formas de pagamento, o cartão de crédito foi o mais utilizado em ambos os setores. No comércio, a modalidade respondeu por 39,54% das vendas. No setor de serviços, foi responsável por 44,29% das compras.

A Pesquisa Conjuntural de Micro e Pequenas Empresas do DF é realizada mensalmente pelo Instituto Fecomércio e tem o apoio do Sebrae. Foram consultadas 700 empresas, sendo 595 do comércio e 105 de serviços. A coleta de dados foi realizada entre os dias 5 e 10 de janeiro de 2013.

Fonte: Fecomércio-DF

http://www.jornaldebrasilia.com.br/noticias/cidades/527418/comercio-brasiliense-cresce-634-em-2013/ 

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: