Começo de disputa ‘Eduardo Campos’

Essa é a última semana de Eduardo Campos à frente do governo de Pernambuco e já se despedindo, Campos lançou o programa de mapeamento a laser do Estado e aproveitando a ocasião, disse não temer as investigações na Petrobras e que o governo pode mudar o escopo da CPI a qualquer momento e ficar a vontade para investigar o porto de Suape, e disse mais: “De um lado vejo como atitude infantil, do outro percebo como se fosse quase uma confissão de que tem alguma coisa errada”, repetiu, ao frisar que “as questões da Petrobras não foram criadas por nenhum de nós”. “A Petrobras não perdeu a metade do valor na bolsa por iniciativa nossa; não se endividou quatro vezes mais que era por qualquer decisão nossa; não fomos nós que dissemos que se tivesse tido acesso a todos os documentos não teria votado pela compra da refinaria (Pasadena, nos Estados Unidos) nos termos em que ela foi comprada no estrangeiro”.

Pelo visto, Eduardo Campos, que já está de malas prontas para morar em São Paulo durante a corrida presidencial, vai dar trabalho a presidente Dilma Rousseff em outubro e pretende sempre pedir explicações ao Planalto sobre a crise que se abateu na maior empresa brasileira.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: