Comandante-geral da PM afirma que todos estão aptos a dirigirem viaturas


Comandante-geral da PM afirma que todos estão aptos a dirigirem viaturas Segundo Anderson Moura o curso de formação já tende os requisitos básicos do contran

Amanda Carvalho

 
 
Policias do 4º Batalhão da Polícia Militar, do Guará II, se recusaram ontem (07) à noite e na manhã de hoje (08), a fazer o patrulhamento nas novas viaturas entregues pelo GDF. Eles alegam que não possuem curso específico para conduzir os veículos. Esse treinamento teria que ser feito pela própria PM.


Em entrevista no início da tarde de hoje (08) o comandante-geral da Polícia Militar, Anderson Moura, atribuiu a ação a manobras políticas: “esse posicionamento desses policiais é equivocado e decorre de algum interesse alheio” Afirmou.

“Todos os Pms são treinados no curso de formação a dirigirem qualquer tipo de viatura e esse curso já tende os requisitos básicos do contran. Até o fim do dia será emitida um portaria extraordinária para comunicar que o ato desses policias não tem base e vai contra as premícias da PM, visto que todos são aptos ao trabalho.

Hoje de manhã o patrulhamento era feito a pé e os policiais usam os seus carros particulares para se dirigirem aos locais que eram enviados.

BRECHA

Os PMs iniciaram o movimento com base numa brecha do Código de Trânsito Brasileiro. Eles argumentam que somente policiais militares aprovados em curso de prática veicular em situação de risco podem realizar atividades de policiamento ostensivo na condução de veículo de emergência.

Ontem (07), o comandante-geral da Polícia Militar, Anderson Moura, promoveu mudanças no quadro da corporação. Foram trocados os comandantes de oito batalhões, além dos chefes operacionais. As mudanças foram publicadas na edição de ontem do Diário Oficial do DF. No total, foram 28 exonerações e 25 nomeações.

* Com informação Renan Bortoletto e Daniel Cardozo

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: