Com pé atrás, TJDFT paralisa processo da Caixa de Pandora

(foto: Ed Alves)

Salvos pelo gongo, os deputados distritais Benedito Domingos (PP), Rôney Nemer (PMDB) e Aylton Gomes (PR) tiveram a sorte de terem seus processos paralisados determinados pela Justiça do DF.

Blá blá blá contínuo: No final de 2013, os três viraram réus em uma ação penal, sob a acusação de envolvimento no escândalo que desencadeou a chamada “Operação Caixa de Pandora”. Mas, conforme o salve dos advogados alegaram que o trâmite do processo não teria respeitado o direito à ampla defesa.

Os artistas: Aylton, Benedito e Rôney foram os principais protagonistas no suposto esquema que viraram réus de uma ação penal. No início de dezembro, o Conselho Especial do TJDFT decidiu, por unanimidade, aprovar a denúncia do MP contra os três parlamentares por corrupção passiva e, em ampla maioria, por lavagem de dinheiro.

A sessão que decidiu o futuro dos deputados ocorreu a portas fechadas, já que o processo corre sob sigilo judicial, o que neste caso gerou polemica na sociedade.

Por Nayara Ribeiro

Fonte: Redação


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: