Com foco na vitória e marcação cerrada, Colorado sonha alto


Brasília aposta em ofensividade para superar o Botafogo e avançar às oitavas de final
Marcus Eduardo Pereira

Com duas vitórias (sobre Rio Claro e Marília) e um empate contra o Internacional, o Brasília conseguiu, de forma inédita, avançar na Copa São Paulo de Futebol Júnior, se tornando uma das únicas equipes do Distrito Federal a caminhar além da etapa de grupos.

Às 16h, o time poderá marcar mais uma vez sua história de participações – o clube disputou a competição na década de 80 – se vencer o Botafogo-RJ, obtendo vaga nas oitavas de final.

O exemplo candango para se chegar cada vez mais longe na competição fez bonito recentemente. Quatro anos atrás, outra equipe da capital federal destronava gigantes brasileiros no torneio: o CFZ.

Com o bom futebol do meia Carlyle, a equipe conseguiu chegar até às quartas de final do torneio, deixando para trás equipes como Vasco da Gama, Flamengo e Coritiba. O sonho de fazer a final, no entanto, terminou na derrota para o Juventude, nas penalidades.

Naquele ano, o São Paulo sagrava-se tricampeão da competição juvenil, mas o time de Brasília se tornou a grande surpresa, conseguindo grande destaque na época. As atuações do jovem Carlyle lhe renderam até mesmo um contrato com o Rubro-negro carioca, mas, infelizmente, o garoto não conseguiu se destacar no futebol profissional.

Bola no pé

Este não será o primeiro confronto do Colorado contra um grande clube. Na fase de grupos, o Brasília empatou com Internacional em 2 x 2, e ainda poderia ter vencido a partida com uma ótima atuação e boas oportunidades de gol.

Contra o Botafogo, as dificuldades prometem ser outras e, segundo o técnico Luís Carlos, é preciso ficar com a bola. “O Botafogo é um time diferente, tem um jogo mais cadenciado, com três meias e com muita posse de bola. Precisamos tomar cuidado com isso”, afirmou o treinador em entrevista ao Jornal de Brasília por telefone.

Mesmo assim, Luís Carlos garante que sua equipe não atuara de forma defensiva, já que a equipe vem desempenhando um futebol agressivo. “Vamos fazer o nosso jogo. Para jogarmos precisamos ter a bola no pé e, para isso, precisamos roubá-las deles. Vamos marcar em cima”, comentou

Base forte

A base do Botafogo tem revelado bons nomes como o do meia Alex, do volante Gabriel e do zagueiro Doria. Trabalho que inspira os candangos. “O objetivo do clube é revelar jogadores. O presidente quer que muito em breve o time seja todo formado por jogadores da base. Neste ano, acredito que usarão entre quatro ou cinco jogadores”, finaliza o comandante.

Outras sete partidas

Além da partida entre Brasília e Botafogo, a Federação Paulista de Futebol (FPF) confirmou os locais, datas e horários de outros sete partidas que ocorrem na tarde de hoje – ao todo, 16 jogos que compõem a segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Os 32 clubes estão divididos em 16 grupos. O sistema agora é de eliminatória simples, ou seja, quem vencer continua na disputa. Em caso de empate no tempo normal, a vaga será definida pela cobrança de penalidades máximas – sem prorrogação.

Três grandes paulistas vão jogar hoje. O Palmeiras, que entrou na segunda fase pelo índice técnico, vai enfrentar o Flamengo-SP, às 19h, em São Carlos. No mesmo horário, o Santos, atual campeão, vai receber na Vila Belmiro o Kashiwa Reysol, que também entrou nesta fase pelo índice técnico. Mas o time japonês caiu na chave do São Paulo e somou os mesmos sete pontos, com duas vitórias e um empate.

Está, portanto, invicto. Na Arena Barueri, às 21h, o São Paulo enfrenta o Nacional-SP, outro que se classificou por índice.

O Corinthians é o único grande paulista que atuará amanhã, continuando na sua sede inicial, em Limeira, no estádio Limeirão O adversário é o Juventude-RS.

Saiba Mais

Os outros clubes cariocas classificados entram em campo amanhã. O Flamengo encara o Mirassol, às 19h, no estádio Alfredo ed Castilho, em Bauru.

Já o Fluminense mede forças com o Ceará, às 16h, no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto.

Segundo colocado do Grupo T, o Vasco não conseguiu se classificar. O Audax-SP foi o classificado de sua chave. O clube paulista enfrenta o Cruzeiro às 16h, no Joaquinzão, em Taubaté.


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: