China está prestes a superar EUA no ranking do comércio de bens

Os líderes da China prometeram nesta terça-feira acelerar as reformas econômicas em 2014

As estimativas do comércio da China, em 2013, devem ultrapassar o dos Estados Unidos, tornando a segunda maior economia mundial na primeira da lista de comerciantes, pela primeira vez na era moderna, de acordo com a edição em língua inglesa do jornal China Daily, em artigo publicado neste sábado. A julgar pelas estatísticas atuais, diz Wang Haifeng, pesquisador do Instituto de Investigação sobre Economia Internacional da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, “há uma grande possibilidade de que o valor do comércio de bens da China terá excedido o dos EUA em 2013”.

Jia Huaiqin, vice-presidente da Sociedade Estatística para Relações Econômicas Estrangeiras e Comércio da China, também disse fazer a mesma avaliação, a menos que tenha havido uma flutuação grande e tardia, de acordo com o jornal de notícias de comércio, China Business. O porta-voz do Ministério do Comércio chinês, Shen Danyand, havia dito, em setembro, que graças a uma recuperação na economia global e à reforma na China, 2013 provavelmente veria a nação substituir os Estados Unidos como o maior comerciante mundial. Ainda em 2009, a China tornara-se o maior exportador e o segundo maior importador.

No período de janeiro a novembro do ano passado, o valor do comércio de produtos da China alcançou US$ 3,77 trilhões, de acordo com a Administração Geral Alfandegária. O comércio de bens total do país no ano alcançou US$ 4,14 trilhões, com o mês de dezembro representando o período de maior crescimento. Em comparação com o ano anterior, o aumento naquele mês foi de 32,7% em 2009, de 21,4% em 2010, 12,6% em 2011 e 10,2% em 2012.

No período de janeiro a outubro, o comércio de bens dos EUA foi de US$ 3,26 trilhões, de acordo com dados do seu Departamento de Censo. Para que ultrapasse o comércio chinês no ano, os norte-americanos devem acumular o valor de US$ 880 bilhões entre novembro e dezembro, o que significaria um salto de 37,5% em comparação com o mesmo período de 2012. Mas o comércio de bens dos EUA não experimentou crescimento acima dos 15% nestes meses nos últimos anos.

A China deve anunciar os números completos do seu comércio na próxima semana, e o Departamento de Comércio dos EUA o fará em fevereiro. A Organização Mundial do Comércio afirmou, em abril, que a estimativa chinesa estava em US$ 3,867 trilhões em 2012, atrás apenas dos Estados Unidos em US$ 15 bilhões, equivalente a um dia e meio do comércio médio chinês naquele ano.


Leia mais

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: