CEB diz que é preciso quase R$ 450 milhões para aumentar a segurança energética em Brasília


A Companhia Energética de Brasília (CEB) estima que será necessário um investimento adicional de R$ 443 milhões para aumentar a segurança do sistema de energia na capital federal que nas últimas semanas teve problemas no abastecimento. O número foi apresentado hoje (25) em uma reunião com o ministro interino de Minas e Energia, Márcio Zimmermann.

“Vamos discutir e ver como vamos financiar esse sistema. Esta é uma estimativa para dar uma segurança maior”, disse o presidente da empresa, Rubem Fonseca. Segundo ele, mais R$ 817 milhões serão necessários para implementar alternativas de suprimento de energia para Brasília.

O grupo formado pelo Ministério de Minas e Energia, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) determinou na última segunda-feira (22) que a CEB e a concessionária de transmissão Furnas antecipem obras de expansão da rede básica no Distrito Federal, com investimentos em novas linhas, subestações e transformadores. Outra medida determinada pelo grupo é a incorporação da rede local da CEB à rede de operação do ONS, para que haja mais segurança no sistema.

Fonseca garantiu que a empresa vai antecipar o cronograma de obras como anéis, subestações e linhas de transmissão. Ele disse também que não haverá problemas de abastecimento durante a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo, em 2014, porque está sendo construída uma subestação no estádio onde os jogos serão realizados.

Fonte: Agência Brasil

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: