Carreta derruba passarela na Linha Amarela deixando quatro mortos, no Rio

Um caminhão derrubou a estrutura de uma passarela na Linha Amarela por volta das 9h15 desta terça-feira, uma das principais vias expressas do Rio de Janeiro. Pelo menos dois automóveis, um em cada sentido da via, foram esmagados pela queda. Quatro pessoas morreram, e pelo menos quatro ficaram feridas, de acordo com a concessionária Lamsa. A Linha Amarela está completamente interditada nos dois sentidos devido ao acidente.

A carreta com altura maior do que a permitida teria tentado passar por baixo da passarela, que tem cerca de 4,5 metros de altura, e assim derrubado a estrutura de metal. O veículo estaria com a caçamba erguida, de acordo com informações preliminares. O acidente aconteceu entre os acessos 4 e 5 da Linha Amarela, em Pilares, e causa grande engarrafamento nos dois sentidos da via.

O chefe executivo do Centro de Operações Rio, Pedro Junqueira, pediu que motoristas evitem a Linha Amarela por conta da operação de resgate das vítimas, em entrevista à rádio CBN. A concessionária Lamsa, que administra a rodovia, recomenda que motoristas busquem utilizar o Alto da Boa Vista ou a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá.

O trânsito de caminhões é proibida na via antes das 10h. O veículo que derrubou a passarela seria da empresa Arco da Aliança, empresa que presta serviço para prefeitura. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), foi ao local da tragédia e confirmou que o veículo trafegava em horário irregular. Os feridos em função da queda da estrutura foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, o Hospital Federal de Bonsucesso e o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: