Candidatura de Rollemberg pelo Buriti foi oficializada


As prioridades do pessebista serão a educação de crianças com até 5 anos de idade, o ensino técnico e o funcionamento do Estado


O PSB oficializou a candidatura do senador Rodrigo Rollemberg ao governo do Distrito Federal. A convenção regional reuniu o pré-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, sua vice Marina Silva e o pré-candidato ao Senado Antônio Reguffe (PDT). O candidato ainda não definiu quem será o vice, mas garante que as conversas estão avançadas.

“O PSB é o primeiro partido a formalizar a candidatura a governador e já temos um candidato a senador, o que nos garante uma chapa competitiva no Distrito Federal. Temos conversado bastante com o PSD e o Solidariedade. A expectativa é de acertamos com eles nos próximos dias para escolhermos juntos o nome do vice”, afirmou Rollemberg.

Mais educação

As prioridades do pessebista serão a educação de crianças com até 5 anos de idade, o ensino técnico e o funcionamento do Estado: “Hoje temos 120 mil crianças fora de creches e escolas em que só estudam nas propagandas de televisão. Falta autoridade para o governo, que não consegue mandar nem na polícia”.

Rollemberg pediu que Agnelo Queiroz participe dos debates políticos e diz que o governador era a esperança dos brasilienses, mas se tornou uma decepção. “Tenho certeza que o povo de Brasília quer mudar e não é para o ‘rouba mas faz’ ou para a decepção e a incompetência, mas sim para quem não rouba e fará muito mais”, declarou.

Apoio da Cúpula Nacional

O pré-candidato Eduardo Campos criticou a atual gestão do Distrito Federal e as alianças feitas no âmbito federal. “Brasília já foi a capital da segurança, mas hoje é mais uma cidade com medo. O povo está cansando desse jeito de governar, com as mesmas raposas velhas que já roubaram tudo que tinha para ser roubado”, atacou.

Lembrando que foi a candidata a presidente mais votada no DF nas eleições passadas, Marina Silva disse que falta atendimento às necessidades básicas da população e que Brasília deve servir de exemplo para o resto do País no campo da sustentabilidade.

PDT e a candidatura de Reguffe

A ausência do senador Cristovam Burque e do presidente regional do PDT George Michel na convenção levantou duvidas sobre a candidatura de Antônio Reguffe ao Senado. Segundo um dirigente do partido, a cúpula nacional ainda estuda colocar o deputado federal para concorrer à reeleição, por medo de que ele mude para a Rede Sustentabilidade de Marina Silva após as eleições.

O pré-candidato, no entanto, desconversa e garante que disputará o Senado. “Já anunciei minha pré candidatura ao Senado desde abril, apoiando o senador Rodrigo Rollemberg para o governo. Minha candidatura irá se confirmar na convenção do PDT no dia 21, quando estarei na chapa do senador Rollemberg”, reforça Reguffe.

O deputado confirma que tem boa ligação com Marina, mas não falou sobre a possibilidade de mudar de legenda depois das eleições.

Pitiman

Representantes de outros partidos que ainda não se definiram também compareceram ao evento, entre eles o deputado federal Vitor Paulo (PRB) e o ex-distrital Raimundo Ribeiro (PSDB).

O tucano afirmou que o foco do PSDB é “salvar o Brasil da turma do PT”. “Se as pessoas de bem se unirem nós conseguiremos. O que precisamos é trabalhar com o mínimo de competência para que consigamos construir um programa para Brasília”, disse Raimundo Ribeiro.

O ex-deputado garantiu que Luiz Pitiman será o candidato do PSDB ao GDF. “O Pitiman é o nosso candidato, mas acredito que ele e o Rodrigo [Rollemberg] deveriam sentar desarmados e discutir qual é o melhor caminho”, opina.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: