Cadela que teve o focinho arrancado com foice começa tratamento em Recife

Cadela que teve o focinho arrancado com foice começa tratamento em RecifeO caso teve repercussão nas rede sociais e sensibilizou ativistas
Diário de Pernambuco

A cadela Nega, que teve o focinho arrancado com um golpe de foice, finalmente chegou ao Recife para tratamento. O animal foi trazido de Afogados da Ingazeira, no Sertão, com a ajuda das ONGs SOS Dentinho e Dog Mídia e, está desde a noite desse sábado, internado na Clínica Rogério de Holanda, no bairro da Madalena. Nesta segunda-feira, Nega deverá ser examinada na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) pela veterinária Cristina Coelho, especialista em restauração facial de animais.


Nega deveria ter chegado ao Recife na sexta-feira, mas o veículo que foi buscá-la em Afogados da Ingazeira, no Sertão, quebrou no meio do caminho. A cadela teve o focinho arrancado no dia 26 de novembro. O caso teve repercussão nas rede sociais e sensibilizou ativistas dos grupos SOS Dentinho e Dog Mídia, do Facebook, que fizeram uma campanha para arrecadar dinheiro para trazê-la à Capital.

O supeito identificado como José Romero da Silva Amorim, de 27 anos, vizinho da casa onde mora a cadela, foi preso e liberado. Ele vai responder a um Termo Circunstanciado de Ocorrência. Nega agora precisa se submeter a exames e possivelmente a uma cirurgia.

Toda a ação está sendo feita de forma voluntária, desde a carona, até o acompanhamento de Nega no Recife. “Todos do grupo do Facebook estamos unindo forças para dar o tratamento adequado a ela. Faremos de tudo para que ela fique bem, mas precisamos de doações”, contou Goretti Queiroz, do SOS Dentinho. Doações em dinheiro podem ser depositadas em nome de Tâmara Regina de Souza Campos, na conta 0678.023.000.11688-9 da Caixa Econômica Federal. Já quem quiser fazer doação de ração, pode entrar em contato pelo telefone (81) 9934-4777.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: