Bumerangue: bateu, levou


O debate na Band ocorrido na noite desta terça-feira,19, mostrou um verdadeiro show de comadres. A primeira dobradinha foi entre Toninho do Psol e Agnelo Queiroz. Outra dobradinha que ocorreu foi entre Luiz Pitiman e José Roberto Arruda. Os dois candidatos não se atacaram e só discutiram propostas. No evento, fico u a impressão nítida de que o próprio Arruda decidiu apoiar Pitiman de forma indireta. Parece que Pitiman está gostando do afago. Não sabemos o que ainda pode sair dessa dobradinha.

Um caminho está sendo apontado que em caso de segundo turno a tendência será que um apoie o outro. Este Arruda enxerga longe mesmo. Como dizem os antigos, quem quer pegar não faz xô! O mesmo conforto não tiveram o próprio Pitiman e Rollemberg, com relação a Agnelo. Resolveram “enquadrar” o antigo chefe. Que ousadia! Tomaram “na venta”, como se diz no interior.

O pior é que deram a Agnelo motivos para lhes dizer verdades constrangedoras em público. “onde você estava Rollemberg quando meu governo e o povo do DF precisou de você?” e “Foi até constrangedor, Pitiman, lhe demitir, pois você relutou e não queria sair. Por generosidade, botei em sua demissão “à pedido”, no lugar de “demitido”. Lhe demiti por incompetência. Foi só você sair e as obras começaram a acontecer no meu 

governo”. Isso que dá cuspir no prato que um dia comeu.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: