Botafogo reage no fim e derrota Duque de Caxias fora de casa


O resultado melhorou a situação do Botafogo no primeiro turno do Campeonato Carioca

O Botafogo não fez uma boa exibição, mas conseguiu uma importante vitória sobre o Duque de Caxias, por 2 a 1, em partida disputada na noite deste domingo, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A equipe de General Severiano sofreu um gol na metade do segundo tempo, mas acabou conseguindo uma vitória de virada. Ferreyra e Jorge Wagner, de pênalti, marcaram para a equipe vencedora, enquanto Dória,contra, anotou para o time da Baixada Fluminense.

O resultado melhorou a situação do Botafogo no primeiro turno do Campeonato Carioca. O Alvinegro subiu para a oitava posição, com 11 pontos ganhos. O Duque de Caxias, que promoveu a estreia do técnico Sérgio Farias, é o lanterna da competição com apenas dois pontos ganhos.

Na próxima rodada, o Botafogo vai enfrentar o Volta Redonda, no Maracanã. O Duque de Caxias vai encarar o Resende, no Estádio do Trabalhador.

O jogo – Debaixo de uma chuva insistente, Botafogo e Duque de Caxias começaram a partida com propostas ofensivas. Logo aos dois minutos, Jorge Wagner cobrou falta e o goleiro Andrade saiu de soco para afastar o perigo.

A resposta do time da Baixada Fluminense acabou nas redes alvinegras, mas a arbitragem invalidou o lance, marcando toque de Gleisson. O Duque de Caxias tentava jogar de igual para igual, não permitindo que os laterais botafoguenses se adiantassem para apoiar o ataque.

O Botafogo chegou com perigo, pela primeira vez, aos dez minutos quando Lodeiro fez ótima jogada individual, se livrou de dois marcadores e chutou cruzado. A bola bateu na zaga e sobrou para Dankler que não conseguiu a conclusão.

A equipe de General Severiano apertou o ritmo e, aos 16 minutos, Jorge Wagner fez bom cruzamento e Ferreira completou para fora.

Aos 20 minutos, depois de um lance confuso na entrada da área do Duque de Caxias, a bola sobrou para Gabriel que chutou forte, tirando tinta da trave direita. Depois da parada técnica, o Botafogo continuou a finalizar de fora da área. Aos 21 foi a vez do lateral Edílson chutar forte, mas sem direção.

A equipe dirigida por Eduardo Hungaro continuava utilizando as laterais para atacar. Aos 25 minutos, depois de boa triangulação com Júlio César e Lodeiro, a bola sobrou para Jorge Wagner chutar forte, mas a bola encobriu o travessão.

Aos 29 minutos, Edílson fez ótima jogada individual e cruzou para Ferreyra, mas o goleiro Andrade se antecipou e evitou que a bola chegasse a El Tanque.

Logo depois, aconteceu uma cena inusitada. O técnico Sérgio Farias, recentemente contratado, desceu das tribunas e se juntou ao interino Mário Júnior na beira do gramado, para dar instruções aos jogadores do Duque de Caxias. Como tinha gente demais no túnel da equipe, o quarto árbitro foi exigir que alguém saísse e o escolhido foi Inarra, o preparador físico.

Sem chances de penetração, o Botafogo seguia arriscando de fora da área. Aos 34 minutos foi a vez de Wallyson, mas a bola saiu à direita de Andrade. Aos 37 minutos, Ferreyra teve duas chances para colocar a bola nas redes. Na primeira, o goleiro Andrade bloqueou o chute do atacante argentino. A bola voltou para El Tanque, mas a zaga aliviou o perigo.

Nos minutos finais, o time alvinegro aumentou a pressão em busca do primeiro gol, mas a defesa do Duque de Caxias soube se defender com competência.

O Botafogo voltou para o segundo tempo com os mesmos problemas apresentados na etapa inicial. Muitos passes errados e lentidão na transição para o ataque. Aos cinco minutos, Jorge Wager tentou lançar Wallyson, mas o goleiro Andrade se antecipou e fez a defesa. Logo depois, o time da Baixada Fluminense deu um grande susto na torcida alvinegra em chute colocado de Juninho que deixou Jefferson, sem reação, mas a bola acabou saindo.

Aos 12 minutos, Wallyson lançou Edilson que penetrou pela direita e cruzou. Ferreyra subiu mais do que a zaga e cabeceou, mas Andrade evitou o gol, com grande defesa, espalmando para escanteio.

Aos 20 minutos, o técnico Eduardo Hungaro conseguiu desagradar a torcida ao substituir o meia Lodeiro pelo lateral esquerdo Junior Cesar.

No minuto seguinte, o volante Bolatti participou da primeira jogada, tabelando com Edílson e concluindo por cima da trave defendida por Andrade.Aos 26, o goleiro do Duque de Caxias voltou a aparecer bem, em chute de Jorge Wagner.

O Botafogo seguia encontrando dificuldades para penetrar na defesa do adversário. A saída de Lodeiro prejudicou a armação das jogadas de ataque porque Junior Cesar não conseguia achar uma boa posição dentro de campo.

E o Duque de Caxias acabou marcando o primeiro gol, aos 32 minutos. Após jogada confusa na área alvinegra, Leandro Teixeira bateu cruzado, Dankler tentou cortar, mas a bola bateu na cabeça de Dória e entrou.

Sem muitas alternativas, Hungaro trocou o volante Gabriel pelo atacante Henrique e partiu para o desespero, levantando bolas na área da equipe da Baixada Fluminense que se defendia muito bem.

A pressão acabou se transformando no gol de empate, aos 37 minutos. Bolatti fez ótimo lançamento para Jorge Wagner que cruzou para Ferreyra. El Tanque dominou e chutou para deixar tudo igual.

Aos 43 minutos, Ferreyra foi lançado na área, passou pelo goleiro Andrade e foi derrubado. Pênalti que Jorge Wagner cobrou, com categoria, e marcou, definindo o resultado da partida.

Fonte: Gazeta Esportiva

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: