Atrasos e falta de trens gera revolta e usuários protestam


Atrasos e falta de trens gera revolta e usuários protestam

Usuários se revoltaram depois que um trem quebrou na Estação Ceilândia Centro

Usuários do Metrô-DF entraram em confronto com a polícia na manhã desta quarta-feira (09). A confusão começou após uma mulher passar mal no vagão que estava lotado, na estação Centro de Ceilândia. Segundo informações de um rapaz, que preferiu não se identificar, revoltados com o comportamento dos funcionários que não pararam para socorrer a mulher, portas e vidros foram quebrados. 

A confusão se estendeu para fora da estação, na Avenida Hélio Prates. Os usuários, revoltados, entraram em confronto com a Polícia Militar. Na ação, a polícia usou spray de pimenta e bomba de efeito moral. Além da estação, que teve vidros quebrados, extintores usados e trilho danificado, ônibus que passavam em frente ao local foram atingidos por pedras. Comerciantes preferiram fechar as porta por medo do tomulto.

O trânsito, sentindo Ceilândia-Taguatinga, precisou ser bloqueado pela polícia. Apenas por volta das 10h, os manifestantes se acalmaram e o trânsito foi liberado no local. A Estação Centro de Ceilândia, depredada pelos manifestantes, está fechada. Os funcionários estão limpando e recolocando os vidros quebrados. De acordo com o Metrô-DF, não há previsão para a liberação do local.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: