Assistente de Klinsmann, ‘vítima’ de Leonardo em 94 ainda sente cotovelada: ‘Eu apaguei’



Tab Ramos desmaiou após cotovelada de Leonardo em Brasil 1 x 0 EUA, em 1994
Há quase 20 anos, nas oitavas de final da Copa do Mundo, aos 43 minutos do primeiro tempo o lateral esquerdo Leonardo era expulso e deixara o Brasil com 10 em campo durante o restante da partida. Por sorte, um gol de Bebeto na etapa final colocaria a seleção nas quartas de final e no caminho do tetra.

A “vítima” da violência de Leonardo era Tab Ramos, meio-campista que hoje em dia é assistente técnico de Jurgen Klinsmann na seleção dos Estados Unidos, que se concentra em São Paulo para o Mundial de 2014.

“Eu não lembro do resto do jogo porque não vi nada do 2º tempo, não vi a fita nem nada. Eu apaguei. Eu fiquei afastado por 5 meses. Acho que tinhamos uma chance de vencer com 11 jogadores. O Brasil era melhor, mas certamente com um jogador a mais no 2º tempo achava que tinhamos uma boa chance de vencer”, contou Ramos, que nasceu no Uruguai, ao ESPN.com.br.

Apesar do lance violento, Tab Ramos, hoje aos 47 anos, disse que não guardou rancor e até hoje ainda fala com Leonardo. “Sim, conversamos várias vezes. Nós jogamos contra no ano seguinte na semifinal da Copa América, trocamos camisas. E nas Copas seguintes estivemos juntos em programas de rádio”.

“Eu acho que o que ele fez no jogo foi intencional, mas nós somos culpados por perder a cabeça. Eu sei que ele é conhecido por ser uma ótima pessoa e obviamente um grande jogador. Não era do caráter dele fazer isso, mas às vezes no jogo isso acontece”, explicou Ramos.

LeBron diz que seus filhos amam Neymar: ‘Foi legal vê-lo fazendo dois gols’

Banda inglesa invade Manaus para Inglaterra x Itália, que terá desfalque



About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: