Artigo Afagado, Cristiano retribui com o abraço do urso e irrita Agnelo


Governador não aceita confronto de secretários

O ranço do comunismo praticado pelo velho PCdoB, que vira e mexe mostra a sua face pela boca e ações de Agnelo Queiroz, fazendo renascer uma linha por vezes ditatorial, está prestes a dar seus ares. E os maiores culpados pelo mau humor do governador do Distrito Federal são seus secretários Cristiano Araújo (Desenvolvimento Econômico) e Alírio Neto (Justiça). …

Um claro sinal da irritação do Palácio do Buriti foi notado nesta segunda-feira 10, quando Cristiano, em nome do PTB – partido do qual é vice-presidente regional – ocupou as redes sociais para defender a alternância de partidos no comando da Câmara Legislativa. Alírio, do PEN, compartilha da mesma opinião, embora venha atuando nos bastidores, por temer represálias.

A postura dos dois deputados-secretários, de confronto direto com o governador, pode fragilizar ainda mais a aliança que conduziu Agnelo Queiroz ao Palácio do Buriti. É voz corrente que ao rejeitarem o nome de Wasny de Roure (PT) para presidir o Legislativo brasiliense, tem mexido com os brios de Agnelo.

– O governador fez sua escolha. Negociou com a base o enterro da reeleição, desejada pelo deputado Patrício, e compôs uma chapa com o perfil sonhado pelo Buriti. Ao questionarem o nome escolhido, eles (Cristiano e Alírio) estão declarando guerra ao governo, revelou um influente assessor de Agnelo ao sintetizar o espírito reinante nas hostes palacianas.

Agnelo, na visão desse assessor, não aceitará passivamente uma rebelião na base aliada.

– Quem pensa que o governo está fragilizado com o rompimento do PSB (numa referência à saída do senador Rodrigo Rollemberg e seu grupo do governo), está equivocado. O PTB e o PEN são parceiros de primeira hora, mas se colocarem as garras de fora com chantagens emocionais, sairão perdendo, pois tem muita gente de fora querendo entrar.

No Buriti é certo que não haverá recuo na indicação de Wasny de Roure. Se acontecer de Cristiano, mais incisivo, e Alírio, menos maquiavélico, insistirem em patrocinar uma candidatura alternativa para bater chapa com o nome preferido de Agnelo, as consequências serão imprevisíveis.

– A permanência do PTB e do PEN na base do governo está por um fio. Soldado que não presta continência a general é retirado da tropa, expulso da caserna, sustentou o assessor de Agnelo que falou na condição de ser respeitado seu anonimato. “Se Cristiano e Alírio avaliarem bem seus atos, verão que aventuras inconsequentes tendem a provocar danos irreparáveis”, concluiu como quem diz “ai deles se insistirem e perderem a eleição…”.

Alheio ao tom ameaçador do Buriti, Cristiano Araújo fez divulgar no começo da noite sua posição assumida publicamente no twitter, quando escreveu em letras garrafais ser favorável ao revezamento de forças na Câmara Legislativa. No entender do deputado, a alternância de partidos na direção do Legislativo serve para fortalecer a aliança vitoriosa em 2010.

Por Felipe Meirelles / Colaborou Karla Maranhão

Fonte: Notibras

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: