APOIO A ZÉ DIRCEU


APOIO A ZÉ DIRCEU

“Não me condenaram pelos meus atos nos quase 50 anos de vida política dedicada integralmente ao Brasil, à democracia e ao povo brasileiro. Nunca fui sequer investigado em minha vida pública, como deputado, como militante social e dirigente político, como profissional e cidadão, como ministro de Estado do governo Lula. Minha condenação foi e é uma tentativa de julgar nossa luta e nossa história, da esquerda e do PT, nossos governos e nosso projeto político”

A declaração foi dada por José Dirceu no dia de sua prisão, marcada por ilegalidades e açodamento, em 15 de novembro do ano passado. Dirceu foi condenado injustamente por corrupção ativa e formação de quadrilha e segue em sua luta para se fazer justiça e restabelecer a verdade dentro e fora do Brasil. O ‘mensalão’ que o Supremo condenou não passa de uma peça de marketing político construída em cima de inverdades que precisam ser desmascaradas.

Tiraram sua liberdade – sagrada a qualquer cidadão – antes mesmo do fim do julgamento e também impuseram uma multa de R$ 971.128,92.

Ainda que queiram impor o ‘ostracismo’ aos réus condenados, José Dirceu não está e nunca esteve só, apesar de todo linchamento público que sofreu. Amigos, militantes partidários e dos movimentos sociais e, sobretudo, cidadãos brasileiros conscientes da perseguição implacável contra aqueles que ousaram construir um Brasil melhor estão ao seu lado. São muitos os companheiros que nestes últimos oito anos se mostraram solidários a Dirceu e conscientes da verdade.

A notificação que esperamos da Justiça ainda não foi publicada. Mas notícias veiculadas pela imprensa dão conta de que os prazos foram reduzidos ou mesmo de que não haverá prazo para o pagamento da multa após o recebimento da notificação.

Tomamos a decisão de não mais esperar e iniciar a campanha já. É chegada a hora de reparar injustiças e mostrar que a solidariedade é capaz de mudar a história.

A ajuda para pagar a multa quase milionária imposta pelo Supremo é um protesto coletivo contra as arbitrariedades e violações do julgamento da AP 470. A contribuição de cada um representa muito mais do que um gesto financeiro. Representa antes de tudo um gesto humano e político.

No mesmo dia da prisão, em carta aberta ao povo brasileiro, Dirceu concluiu: “Não importa que me tenham roubado a liberdade: continuarei a defender por todos os meios ao meu alcance as grandes causas da nossa gente, ao lado do povo brasileiro, combatendo por sua emancipação e soberania”. É por essa luta que todos contribuem.

Amigos do Zé

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: