André Duda contraria PT e queima verba de publicidade com os Filippelli

Millôr Fernandes


  O secretário de Publicidade do Governo do Distrito Federal, André Duda, resolveu redirecionar grande parte da verba publicitária do Palácio do Buriti. De um volume estimado em 300 milhões de reais, cerca de 40% (algo em torno de R$ 120 milhões) vão trilhar um novo caminho.

A prioridade será para a mídia publicitária exterior (out door e bus door). Trata-se de uma mina de ouro, segundo avaliação do mercado. Um dos donos da chave da porta pertence a Bruno Filippelli, filho do vice-governador Tadeu Filippelli.

Veículos tradicionais, em particular jornais e emissoras de televisão, manifestaram descontentamento com a medida. Dirigentes do PT também estão contrariados. O temor é o de que Filippelli, direta ou indiretamente, tenha a imagem fortalecida nas ruas, beneficiando o PMDB.

A decisão de André Duda foi antecedida de uma série de encontros reservados com Léo Valverde, Marcelo Cabrera e o próprio Bruno Felipelli. Nesse trio estão prepostos e parentes diretos do vice-governador.

Procurados, os empresários que atuam com mídia exterior não retornaram as ligações. O secretário de Publicidade também manteve silêncio. Informações do Palácio do Buriti indicam que André Duda está em viagem ao exterior. Só deve voltar em meados do dia 15 de março.

Até que André Duda se manifeste, algumas perguntas ficarão no ar:

1. qual o valor real dos recursos aplicados peloi GDF em mídia exterior?
2. quais as empresas e que veículos foram contratados para veicular mídia exterior?
3. que ligações o secretário teria com Léo Valverde, Bruno Filippelli e Marcelo Cabrera?
4. quais, dentre as agências que atendem ao GDF, contrataram as empresas que atuam com mídia exterior?

José Seabra


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: