Alternativa é descredenciada Duas empresas foram contratadas emergencialmente para atender a demanda

Alternativa é descredenciada
Duas empresas foram contratadas emergencialmente para atender a demanda

Empresa não conseguiu antender a demanda da população

O governo do Distrito Federal resolveu suspender, ontem (5), a ordem de serviço da cooperativa de ônibus Alternativa, que não conseguiu atender à demanda da população de Brazlândia – região onde operava. De acordo com o DFTrans, a cooperativa informou que não tem capacidade financeira de manter a frota normal de 40 ônibus em circulação. Duas empresas foram contratadas emergencialmente para atender a região.

A ordem de serviço, que tinha validade por mais quatro anos, aproximadamente, foi suspensa porque a cooperativa não estava conseguindo operar no sistema, com deficit de 50% da frota, segundo o DFTrans. “Ela estava oferecendo um serviço precário para população e resolvemos suspender. Nós já vinhamos construindo uma solução para que a operação naquela região não fosse prejudicada”, pontuou o diretor-geral do DFTrans, Marco Antonio Campanella.

As empresas Rota do Sol e Riacho Grande irão começar a operar hoje (6), com ônibus semi-novos em caráter emergencial. A empresa contratada terá que colocar 40 ônibus nas ruas. Para evitar manifestações como a de ontem, na entrada da cidade, e na segunda-feira (4) na rodoviária, foi feito um compromisso com os moradores de que, hoje, 25 ônibus irão circular. “Na próxima segunda-feira, as empresas novas terão que rodar com os 40 ônibus”, explicou o diretor-técnico do DFTrans, Lúcio Lima.

Campanella avalia que será difícil a cooperativa voltar a operar no sistema de transporte no DF. “Eles afirmaram ao órgão que não têm capacidade financeira de manter a frota normal, além de questões trabalhistas”. Contudo, a cooperativa só irá deixar o sistema após uma avaliação da Secretaria de Transporte.

Além disso, a região conta com 45 novos ônibus da empresa São José. Os coletivos circulam em 19 linhas que atendem, diariamente, cerca de 12 mil pessoas.
Da Redação do Alô

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: