Acidente deixa uma criança morta e outra ferida no P Sul, em Ceilândia

Acidente deixa uma criança morta e outra ferida no P Sul, em Ceilândia Fato ocorreu por volta das 16h50 desta quarta-feira (2/7)

Acidente ocorreu em um cruzamento da avenida P2, em Ceilândia

Uma criança de 10 anos morreu e a outra ficou ferida em um acidente de trânsito envolvendo três veículos, por volta das 16h50 desta quarta-feira (2/7), na entrada da Avenida P2 , no P Sul, em Ceilândia. De acordo com o Centro de Comunicação Social da Polícia Militar do Distrito Federal, o motorista de um Pálio estava em alta velocidade quando colidiu com um Classic onde estavam as duas crianças e em seguida com uma viatura da PM.

No primeiro veículo atingido, estavam Ionara dos Santos de Amorim, 36 anos, com o filho Moíses Amorim Dias, de 5 anos, e a amiga Vera Sueli dos Santos e Souza, 41 anos, com a filha Julia dos Santos Soares, 9 anos. Após a colisão, as crianças foram lançadas para fora do veículo. O menino Moíses morreu na hora e Julia foi encaminhada ao Hospital Regional da Ceilândia (HRC) pelo Corpo de Bombeiros com traumatismo craniano e com a perna direita quebrada. Logo em seguida, a menina foi transferida em estado grave para o Hospital de Base de Brasília (HBB). As duas mães também seguiram para o HRC, mas não corriam perigo de vida.

Tanto os dois policiais que estavam na viatura quanto Sérgio não tiveram ferimentos graves. Segundo o coronel da PM Joares Madureira, os veículos estavam em situação legal e o motorista que causou o acidente não estava embriagado. Ele foi submetido ao teste do bafômetro que não indicou a ingestão de álcool.

O caso foi registrado na 15ª Delegacia de Polícia Civil (Ceilândia Centro). De acordo com o delegado Celízio Espíndola, Sérgio usava remédio controlado. No depoimento, o motorista relatou ter confundido o freio com o acelerador. Os policiais que presenciaram o fato disseram que o carro estava a cerca de 100 km/h. Sérgio será autuado por homicídio culposo, com pena de 2 a 4 anos, mais lesão corporal grave, com pena de 2 a 3 anos. Ele pode pagar uma fiança de R$ 50 mil.


CORREIOS BRASILIENSE 03/07/2014

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: