A Volta do Deputado Federal Vitor Paulo PRB ao DF é para atender o partido

Os evangélicos têm sido referência, pois procuram entre seus
membros candidatos para representá-los. E isso não é de hoje.
Vítor Paulo, deputado federal pelo PRB Volta ao DF para


O retorno do deputado federal Vitor Paulo ao cenário político de Brasília começou a ser definido no ano passado,ainda em abril quando uma pesquisa realizada no Distrito Federal pelo PRB revelou que seu nome era o mais conhecidos entre os que já foram exposto pelo partido às urnas da cidade.

Atualmente eleito pelo Rio de Janei-ro, o parlamentar —que já foi suplente de distrital e secretário de Meio Ambiente no governo de Joaquim Roriz  está trabalhando seu nome entre os brasilienses, principalmente dentro do eleitorado evangélico.

NA UNIVERSAL

Pastor há 25 anos, Vítor Paulo pertence à Igreja Universal do Reino de Deus e preserva base eleitoral na capital. “Fiquei entre abril e setembro do ano passado refletindo os prós e os contras da minha vota e defini que seria bom”, revela. Desde a minha decisão, tenho

ÊNFASE EVANGÉLICA


1 O aparecimento de políticos evangélicos, que têm dado ênfase em temas
tradicionais, voltados a valores familiares tem sido o ponto forte do segmento que, se por um lado é criticado, por outro ganha apoio do eleitorado. “Estamos em defesa da família e os evangélicos estão fazendo essa defesa. O deputado Marco Feliciano valorizou a posição quando passou pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Essa
defesa está nas diretrizes de criação do partido: a defesa dos direitos cristão”, destaca Tavares.
2 Nas eleições passadas, o PRB elegeu dois nomes desconhecidos para deputados distrital e federal. Evandro Garla foi eleito para deputado distrital e Ricardo Quirino assumiu como suplente enquanto Luiz Pitiman (PSDB)
ocupava a pasta de Obras do governo Agnelo Queiroz (PT). Garla não disputará a reeleição ou qualquer cargo eletivo no próximo pleito.

conversado com todas as igrejas e pastores, fazendo um exercício de cidadania com elas, falando sobre o futuro do País e da família”, afirma Vitor Paulo.

A indicação de Vitor Paulo em Brasília faz parte do plano de expansão do PRB por todo

País. Segundo o parlamentar, o partido pretende eleger ao menos um deputado federal em cada estado. Com o aumento de cadeiras ocupadas por membros da sigla, aumenta proporcionalmente o tempo de televisão para as próximas eleições, quando o partido poderá tentar voos mais altos.

REFERÊNCIA NO SEGMENTO

De acordo com o deputado, o pouco tempo em que está divulgando seu nome de pré-candidato já está sendo o suficiente para que as pessoas o apoie em seu retorno. De acordo com Vítor Paulo, o segmento evangélico o tem como referência, por isso confia que poderá se destacar no próximo pleito.

O deputado calcula que mais de 40% da população do Distrito Federal se declara evangélica e que o peso deste eleitorado pode decidir os rumos da política local. “Os evangélicos têm sido referência,pois procuram entre seus membros candidatos para representá-los. Mas isso não é de hoje: já tivemos re-presentantes até como vice – governador .

Sempre temos deputados distritais e federais e queremos continuar a ter representantes. Por isso me coloquei como alternativa para o segmento”, afirma Vítor Paulo .


Igreja Universal apoia, mas não é a única base

Principal coligada ao PRB, a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) não é a única base do partido, declara Vitor, que é bispo da congregação,mas admite que é ela sua principal fonte de votos.

“A Universal não é o ponto forte do partido. O PRB não se concentra apenas nos evangélicos. Existem pessoas da Assembleia de Deus, católicos e de outros segmentos e religiões, além de não nos limitarmos apenas as igrejas. O fato de eu ser pastor da IURD há 25 anos me faz conhecido,mas daí falarem apoio político é outra coisa, mas ser da Universal é minha força, minha base. Cada um tem a sua”,analisa Vitor Paulo,que se para política da religião:“O objetivo da igreja é o Evangelho. Hoje eu defendo questões que não dizem respeito a religião, pois são conceitos laicos”.

De acordo com o presidente regional do PRB Wanderley Tavares, pesou a favor da escolha de Vitor Paulo o fato dele ter iniciado sua carreira política em Brasília,onde vive há 16 anos. Ele destacou que sua ida para o Rio de Janeiro,onde obteve cerca de 200 mil votos, foi uma questão estratégica.

A volta do parlamentar tem o objetivo de consolidá-lo no Distrito Federal. “Queremos promover, com a volta dele,e o crescimento da base. Ele deixou um legado, quando passou pela política daqui, e deixou a porta aberta por todo o trabalho que fez”, diz o presidente regional do PRB.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: