10 Dicas à milanesa, com Fernando Lombardi


Uma lista superútil e charmosa de dicas de lugares para beber bem e comer melhor ainda aos pés dos Alpes

Por Carla Pernambuco

Quem está se preparando ou com vontade de ir a Milão, imprima este post e cole já no seu diário de viagem (ou coloque nos favoritos no browser do seu laptop, pra ser mais ecologicamente correta – e moderna). Tenho certeza de que você não vai se arrepender. 

O meu querido amigo Fernando Lombardi http://www.fernandol​ombardi.com/, é um fotógrafo brasileiro que vive há 20 anos em Milão.

Ótimo cozinheiro, bom de garfo, acaba de me passar uma lista de lugares que é um verdadeiro luxo.

Latteria San Marco (conhecida também como Latteria da Maria)

Uma minúscula trattoria que já foi uma latteria onde se vendia somente derivados do leite. São 8 mesas para 4 pessoas. Maria recebe e atende os clientes e Arturo, seu marido, fica na cozinha fazendo o que poucos ainda conseguem fazer em um restaurante: comida simples, tradicional, mas de grande qualidade. A experiência é algo como comer na casa daquela tia que cozinha superbem. Não tem uma boa lista de vinhos e serve habitualmente um “vino sfuso” (vinho da casa): o bom Gutturnio, sem grandes pretensões.

Não aceita reservas e fecha relativamente cedo (perto das 23h). Fica na

Via San Marco 24, Brera.

Giannino L’Angolo D’Abruzzo

Trattoria simples, barulhenta, mesas com toalhas xadrez, atendimento rústico (mas muito caloroso), premiada como uma das melhores da Itália na relação preço/qualidade. A casa faz uma cozinha típica da região do Abruzzo, principalmente à base de cordeiro (agnello). Os pratos típicos do Giannino L’Angolo D’Abruzzo são: arrosticini, spaghetti alla chitarra e olive ascolane. Para beber, vale provar o Montepulciano D’Abruzzo Marina Cvetic, bem robusto e perfeito para os sabores intensos e genuínos dessa cozinha. Endereço: Via Rosolino Pilo 20

Fioraio Bianchi
http://www.fioraiobi​anchicaffe.it/

Uma requintada floricultura durante o dia e um charmoso e íntimo bistrô durante a noite. Cozinha eclética (mas nem tanto) com uma certa influência francesa. Ótimos vinhos recomendados por Reneé, sommelier e proprietário. Ideal para um jantar tranquilo e/ou romântico. Endereço:

Via Montebello 7

La Terza Carbonaia http://www.terzacarb​onaia.it/

Na minha opinião, a melhor carne de Milão. Trattoria de origem toscana, bem frequentada. Serve as tradicionais Fiorentina, Tagliata e Costata e ótimos antepastos: presunto cru, bruschetta, fiori di zucca etc.). Única recomendação: o lugar é somente para cultores da carne mal passada (al sangue), pois, como rege a tradição toscana (e não só), a maior heresia é esturricar esse tipo de carne na brasa. Endereço: Via Degli Scipioni 3

Trattoria Milanese

No centro histórico da cidade, uma das mais tradicionais trattorias de Milão, com alta qualidade em pratos típicos da cozinha milanesa e lombarda. Espere por ossobuco, risotto alla milanese, risotto al salto, cotoletta ala milanese etc. Restaurante tradicional e impecável. Ótimos vinhos.

Via Santa Marta 11
Silvano http://www.ristorant​edasilvano.com/

Restaurante à base de peixe, dirigido pelo simpático Gino (de origem sarda). Ambiente e atendimento muito simples e, por vezes, complicado para os não habitués. Antepastos, massas, frutos do mar, peixe cru, peixes no forno… Tudo excepcional. Único senão: carta de vinhos muito humilde. Para não arriscar, peça um bom vino bianco di Sardegna (Vermentino, Capichera ou Cannonau). Endereço: Via Londonio 22

Trattoria La Montina

A 100 metros da Silvano, o pequeno restaurante de dois irmãos gêmeos (um fica no atendimento e o outro, na cozinha) tem uma atmosfera mais íntima e uma cozinha mais variada e menos tradicional do que a do vizinho, mas também de ótima qualidade. Honesta lista de vinhos. A trattoria fica na Via Procaccini 54.

Fingers

Ótimo japonês moderno, dirigido pelo sushimaster brasileiro Roberto Okabe. É bom reservar com antecedência porque fica sempre lotado. Pode parecer tolice ir a um restaurante japonês na Itália, mas a diferença do peixe cru pescado no Mediterrâneo é fundamental. Fica na

Via San Gerolamo Emiliani 2

D’O – Davide Oldani

Reservar com pelo menos um mês de antecedência. Davide é o grande chef italiano do momento. Ele propõe uma grande cozinha a baixo preço (€ 35/40 por pessoa). Almoço executivo a € 11,50!!! Endereço: Via Magenta 10, em Cornaredo, periferia de Milão. Vale o esforço.

Pescheria da Claudio http://www.pescheria​daclaudio.it/home/in​dex.php

Uma peixaria chique que serve no balcão (ou em pequenas mesas sem cadeiras) maravilhosas porções do melhor peixe fresco da Itália. Tartare de atum, carpaccio de polvo, ostras e salada de camarões crus acompanhados por taças de bons vinhos italianos e franceses. Perfeito para um bom almoço rápido ou na hora do aperitivo. Na Via Cusani, 1.

Massa fresca com ragu de carne de cordeiro e com alcachofras. 


Para fazer o ragú eu uso a carne dos ombros do cordeiro (é um corte pobre mas saboroso). Ou vc mói bem grosso, ou corta em micro cubinhos (que eu prefiro). Depois passa numa frigideira com um pouco de azeite e coloca tudo num escorredor para perder a gordura. Dai vc faz um base de cenoura, cebola, alcachofras e salsão, faz fritar bem devagar como todo inicio de preparação … quando tudo estiver bem dourado, coloque um pouco de bacon cortado em micro quadradinhos e faz continuar andando … depois junta a carne que estava escorrendo, um pouco de vinho branco, um pouco de farinha e mistura bem .

Agora junte o “pomodori pelati” passando no chinoise. Misture bem e coloque dentro de um pedaço de gaze os temperos fortes que depois você tem que achar e retirar … cravo , canela e louro. Continuar cozinhando em fogo baixo por 1 ora colocando um pouco di “brodo” para nao ficar muito seco. Se no final o gosto da canela ainda nao for tão presente, da uma reforçada com um pouco de canela em pó.

Quando estiver pronto, é só cozinhar a massa e paralelamente numa frigideira bem grande passar a “trevisana tardiva ” (que é um pouco amarga) cortada em tirinhas, até que ela fique bem macia. Nessa mesma frigideira, vc coloca a massa (sem escorrer muito) e o ragu de cordeiro. Fica ótimo um toque final com um pouco de Pecorino Sardo ralado .

Auguri!

bacios


Carla Pernambuco

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: