Vingança palaciana ‘José Eduardo Cardoso’


Bastou o ex-presidente José Sarney e sua filha, Roseana Sarney, declararem que não disputariam nenhum cargo eleitoral, para começar uma bateria de ataques da Polícia Federal comandada pelo Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso.

A presidente Dilma Rousseff nunca escondeu do ex-presidente Lula que não tem a menor simpatia pela família Sarney. Já o presidente Lula sempre considerou Sarney o seu principal aliado, desde que apoiou a sua candidatura ao Palácio do Planalto. Agora, o Maranhão passou a ser alvo de ataques comandados pelo Palácio do Planalto com a intenção de favorecer o candidato do PC do B, Flávio Dino.

A Polícia Federal deflagrou na manhã de ontem uma operação no Piauí e Maranhão atingindo o empresário piauiense, Paulo Guimarães, a intenção da PF é esmiuçar a vida empresarial de Paulo Guimarães para buscar vínculo com Fernando Sarney, irmão da governadora do Maranhão.

O empresário tem estreitas relações de amizade com a família e nos bastidores comentam-se uma possível sociedade entre PG, como é conhecido o empresário e Fernando Sarney. A PF fez busca e apreensão nas empresas de PG e não quis revelar o nome de pessoas que podem ser alvo na investigação.

Mas o que já se sabe é que a intenção do Palácio do Planalto é ocupar a família Sarney com a Polícia Federal para dificultar a eleição de Edson Lobão Filho. A presidente Dilma já declarou que seu candidato no Maranhão é Flávio Dino, mas o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso não vai desistir de colocar lenha na fogueira para atender as ordens palacianas.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: