PIRATARIA Mais de 19 mil mídias são apreendidas no DF

PIRATARIA
Mais de 19 mil mídias são apreendidas no DF

FLÁVIO BARBOSA/SEOPS
Operação também prendeu três pessoas

Três pessoas acabaram detidas e 19,3 mil mídias falsificadas foram apreendidas durante operação antipirataria realizada na Estrutural, no Setor de Indústria e Abastecimento, Guará, Taguatinga e Ceilândia nesta quarta-feira (13).

Os ambulantes levados à delegacia prestaram depoimento e, em seguida, foram liberados. Os casos estão sendo apurados. A Polícia Civil aguardará a conclusão dos laudos da perícia para comprovar a falsificação dos materiais. Se for confirmado o crime, os vendedores podem ficar presos por até quatro anos e precisam, também, pagar multa estipulada pelo Judiciário.

A maior apreensão ocorreu no estacionamento da Feira dos Importados de Taguatinga, onde foram recolhidos 7 mil itens que seriam vendidos no atacado. O comércio era feito no chão, de forma improvisada.

CRIMES

Um dos detidos na operação da Secretaria de Ordem Pública e Social (Seops) estava na área externa da Feira dos Importados do SIA, com 2,3 mil CDs e DVDs. Ele já tinha duas passagens pela polícia pelo crime de violação de direito autoral. A mesma quantidade foi deixada no chão do local por vendedores que conseguiram fugir.

Os outros dois detidos estavam na orla da Feira da Estrutural, com 1,6 mil mídias. Um deles afirmou ser o dono da mercadoria e tem duas passagens na polícia pelo crime de violação de direito autoral. O outro era responsável pela venda do material em varejo e não tem registro criminal.

A equipe passou, também, em frente a um supermercado em Ceilândia, onde foram apreendidas 3 mil mídias. Na expansão do Setor “O”, o número chegou a 2 mil. Os trabalhos terminaram na área externa da Feira do Guará com o recolhimento de 1,1 mil unidades do material ilegal.

Da Redação do Alô

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: