Estrutural Cidade Digital

 
Educação, Ciência e Tecnologia | 03 de Julho de 2012 A Estrutural foi a única cidade do Centro Oeste selecionada pelo Ministério das Comunicações

Com informações do Ministério das Comunicações

A Secretaria de Inclusão Digital do Ministério das Comunicações divulgou nesta segunda-feira, dia 02 de julho, a lista dos 80 municípios selecionados para a fase piloto do projeto Cidades Digitais. O MiniCom aprovou as propostas de 80 cidades de todo o país. No Centro Oeste, a Estrutural foi a única cidade escolhida para receber o projeto-piloto do Governo Federal.  O objetivo é melhorar a gestão pública municipal, resultando em maior acesso das comunidades à internet e aos serviços de governo.

Ao todo, 192 cidades participaram da seleção, elas foram avaliadas conforme capacidade gerencial e técnica, sustentabilidade do projeto e expansão da rede. Elas foram classificadas por meio de pontuação de critérios, definidos no edital de chamada pública nº 01/2012, como o índice da receita corrente per capita da cidade, a disponibilidade de equipe de servidores públicos para treinamento, infraestrutura local, possibilidades de estabelecimento de parcerias para manutenção e operação do projeto e densidade domiciliar de acesso à banda larga.

O Distrito Federal obteve a aprovação da região administrativa Cidade Estrutural. “Oferecer um maior acesso á internet vai beneficiar a comunidade de duas formas, primeiro que eles vão poder fazer uma conexão de casa e sem pagar nada, e depois os órgãos públicos que hoje tem uma rede lenta poderão atender melhor esse público”, explicou a Administradora Socorro Torquato.

Na Estrutural, de acordo com a última Pesquisa de Amostra por Domicílio apenas 15% da população tem acesso à internet banda larga. Com a chegada do Cidade Digital a intenção é triplicar a quantidade de acesso. A expectativa é de que a rede esteja disponível na cidade em 2013.

Sobre o Cidades Digitais – O projeto-piloto Cidades Digitais do Ministério das Comunicações possibilita a modernização da gestão das cidades com a implantação de infraestrutura de conexão de rede entre os órgãos públicos, de aplicativos de gestão pública, capacitação de servidores, a disponibilização de espaços de acesso público e gratuito à internet para a população. Proporciona o acesso da comunidade aos serviços de governo, além da inclusão digital dos municípios brasileiros, resultado em desenvolvimento local. O projeto conta, entre outros, com a parceria do Ministério do Planejamento, da Telebras, do Inmetro e do BNDES.

A rede das Cidades Digitais é composta por um anel de fibra óptica que interliga os órgãos públicos locais. Empresas integradoras, contratadas por meio de pregão eletrônico, serão as responsáveis pelo fornecimento de equipamentos, serviços de instalação, suporte técnico e capacitação da administração municipal.  As empresas operarão a rede por seis meses e, por três anos, darão garantia de funcionamento da infraestrutura implantada. A avaliação, aceitação e certificação da rede serão realizadas pelo Inmetro. A infraestrutura básica e os aplicativos poderão ser expandidos, posteriormente, inclusive com financiamento do BNDES.

 
Fonte Portal SCIA

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: